Pesquisar este blog

Carregando...

sábado, 31 de julho de 2010

Dono de sites pornográficos escandalizado com a Igreja


Um picareta mexicano por nome Efrain Ibarra Ibarra assumiu a autoria de ciberataque ao Google, em que todas as buscas com a palavra "Vaticano" eram direcionadas a um site de sua propriedade: "pedofilo.com".

Segundo ele, o ataque teve como objetivo "denunciar a Igreja" pela conduta sexual de seus sacerdotes.

O curioso é que Efrain é dono de vários sites pornográficos.

Taí um bom exemplo da fina sensiblidade moral que está por trás da tentativa de desmoralizar a Igreja de Cristo, tornando-a sinônimo de pedofilia.

Realmente, a libertinagem sexual de alguns católicos escandaliza cafetinas, pornógrafos, pederastas, prostitutos e sodomitas de todos os calibres, gente notoriamente de alto padrão moral.

Quanta mentira! Quanta hipocrisia!

Fonte: Catholic.org

Na surdina, governo Lula volta a defender oficialmente o aborto

Lula e o bi$po Judas Macedo, grande entusiasta do aborto

Encoberto por quase completo silêncio da grande mídia (a exceção é esta notícia de O Globo), o governo Lula volta a defender publicamente o aborto em documento oficial, dois meses depois de tirar do infame Terceiro Programa Nacional de Direitos Humanos, a legalização do massacre de embriões. Isto em documento assinado pela picareta Nilcéa Freire, sob o título de Consenso de Brasília, que de consenso não tem nada.

É sempre assim, nos bastidores, à revelia da posição da grande maioria da população. E olhem que essa maioria se mantém mesmo sob a chuva de propaganda pró-infanticídio de massa na grande mídia.

Foi assim com a liberação das drogas - já instituída no Brasil, sem que a maioria da população tenha conhecimento -, com a legalização da prostituição de menores pelo STJ e será assim com o casamento de sodomitas, com a liberação e financiamento oficial do aborto. Isto pelo menos nos planos do governo.

Ninguém fica sabendo, ninguém viu nada e pluft, é fato consumado.

Essa é marca do desprezo com que encaram os valores e a dignidade dos povos essas organizações sinistras que mandam no planeta e financiam os governos e os meios de comunicação.

Falam em transparência, em democracia, em liberdade, mas na prática vivem só de manipulação, de intrigas secretas e desprezo pela verdade e pela vida.

Kyrie eleison. Christe eleison. Kyrie eleison.

FDA libera tratamento com células embrionárias e abre a temporada de caça aos embriões


Autorizado pelo boçal Barack Obama, office boy das potências mais tenebrosas do planeta, o FDA acaba de liberar pela primeira vez  testes em seres humanos de uma terapia derivada de células-tronco embrionárias.

Com isto está aberta mais uma promissora temporada de caça aos embriões humanos, também conhecidos como criancinhas.

O massacre é institucionalizado justamente quando já se sabe há anos que os tratamentos derivados de células-tronco pluripotentes induzidas, que não requerem o morticínio em massa de embriões, são até mais eficientes do que os de células-tronco embrionárias, pois não correm o risco de sofrer rejeição, sendo as células oriundas do corpo do próprio paciente.

O grande defeito do tratamento com células pluripotentes é que ele não é politicamente correto, não ataca a Igreja e o Cristianismo e não tem aquele gostinho de sangue de criança que sempre deixa os satanistas com água na boca.

A institucionalização da carnificina de embriões é mais um passo importante na degringolada moral americana por um abismo de corrupção e crime que parece não ter fim a não ser nas portas do inferno.

Kyrie eleison. Christe eleison. Kyrie eleison.

sexta-feira, 30 de julho de 2010

Pedofilia só vira notícia quando envolve sacerdotes

Padre Fortunato di Noto


O padre italiano Fortunato di Noto, empenhado há vinte anos no combate à pedofilia e na defesa da infância, denuncia a existência de um véu de silêncio protegendo este crime, que só se rasga quando o caso envolve sacerdotes.


Segundo o prelado, a pedofilia é também um grande negócio que movimenta dezenas de milhões de euros e atinge cerca de 200 mil crianças por ano.


O padre Di Noto,  fundador de uma associação de defesa da criança e assessor de organismos internacionais nesta matéria, observa que a mídia internacional se cala diante do enorme número de casos e da dimensão mundial do problema.


“O que me impressiona, e faz diferença, é que a mídia, provavelmente dirigida por lobbys da comunicação, quis falar mais disto e não da gravidade e da criminalidade contra as crianças, da gravidade da exploração sexual dos menores, da gravidade do turismo sexual infantil, da gravidade da venda de crianças e da gravidade da violação de crianças. Esta é a demonstração visível e espetacular de como alguns meios de comunicação, movidos por alguns lobbys de pensamento, comunicam, às vezes, notícias falsas, não verificadas ou ainda manipuladas.”


De Zenit.


***
Meu comentário:

A presença dos costumeiros lobbies luciferianos por trás da chuva de denúncias contra a Igreja é fato cristalino, que só mesmo muita ignorância ou muita má-fé pode impedir de ver. Segundo cálculos estatísticos abalizados, a porcentagem de casos de pedofilia que envolvem de algum modo sacerdotes é da ordem de 0,005% do total, ou seja, um em cada 20 mil. Mesmo assim, a darmos ouvido à mídia internacional, parece até que se trata de uma exclusividade católica. Esses 19.995 casos que passam sob silêncio dão bem a medida de como a pedofilia é na verdade protegida por aqueles mesmos que a denunciam na Igreja.


Mas como Deus escreve direito por linhas tortas e jamais abandonará a sua Igreja, o tiro vai sair mais uma vez pela culatra. A campanha que tem por fim desmoralizar o Corpo de Cristo vem sendo um instrumento de grande valia no trabalho de limpeza doméstica que se fazia necessário na Igreja.


Cristo há muito nos alertou sobre o ódio do mundo e a perseguição que dele vem. Não importa que a campanha seja injusta e distorcida. O que importa é que ela seja oportunidade de purificação e de santificação para a Igreja. 


Que Deus seja louvado em sua infinita misericórdia e sabedoria.


Kyrie eleison. Christe eleison. Kyrie eleison.

Una Sancta Catholica et Apostolica Ecclesia


A Igreja Católica é o lado A do Cristianismo. O pentecostalismo é o lado C.

Nova entrevista com Dr. William Dembski

William Dembski

O filósofo, matemático e teólogo americano William Dembski, um dos expoentes máximos do movimento do Desenho Inteligente nos EUA e certamente um dos pensadores cristãos mais relevantes da atualidade, deu recentemente esta entrevista numa pausa de um dos cursos de férias que ministra no Discovery Institute, em Seattle. Nela Dr. Dembski  dá conselhos aos jovens pesquisadores acerca do combate ao dogmatismo materialista que ameaça a liberdade de pensamento nos EUA, tradicionalmente um dos bastiões da liberdade de expressão, onde os que ousam desafiar o dogma darwinista vem sendo rudemente perseguidos nas universidades, com sérios prejuízos às suas carreiras científicas.

O único problema é que o ID tem razão contra Darwin. E vai ser difícil continuar escondendo isso do mundo inteiro.

Clique aqui para ouvir a entrevista em inglês.

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Batalha contra padres pedófilos é na verdade uma batalha para eliminar o Cristianismo

Francesco Agnoli


Trava-se na Europa há tempos uma batalha contra a sua história e contra as suas raízes. Batalha cada vez mais grotesca, porque apresenta os arautos do niilismo a combaterem uma santa cruzada contra os padres pedófilos. Não, vejam bem, para se livrarem deles, como é justo, mas para se livrarem, tout court, do cristianismo e mesmo, de modo relativista, também da ideia de bem e de mal.

A Europa que apostata a cada dia, quer mostrar nobres justificativas para isso, para não perder a pose;
a Europa que massacra os próprios filhos no útero materno, aos milhões; que destrói as crianças já nascidas combatendo a cada dia a  família; 
a Europa que faz experiências com os embriões, que comercia óvulos e espermatozoides como se fossem bombons, que tenta clonar o homem, massacrando centenas de seres humanos em seu estado inicial, que engravida as mulheres single e  os casais homossexuais, negando aos filhos que nasceram o pai ou a mãe… 
a Europa, o Ocidente, que permitem as mães-avós, que fazem nascer filhos já órfãos com a fecundação post mortem, que congelam os embriões sob nitrogênio líquido e jogam na lama a vida de milhões de crianças com o sexo precoce, a pornografia, o escândalo contínuo; que “ajudam” os países pobres com  preservativos e com o aborto; que veem crescer a cada dia o número de esterilizações, os hotéis e as colônias de férias onde são verboten as crianças; 
a Europa que destina à eutanásia crianças doentes e que anestesia e lobotomiza seus filhos com a TV, com o período integral, com a realidade virtual,  e com mil outros subterfúgios, para não se aborrecerem…

Pois bem, esta Europa inimiga das crianças, criança-fóbica, deficiente-fóbica, famílio-fóbica, finge combater em defesa dos menores, se esta batalha servir para difamar a Igreja como um todo, como instituiçãoe, como história, como tudo. 


(segue)


Traduzido e adaptado de um artigo de Francesco Agnoli publicado no site da Una Vox.
Leia o artigo inteiro aqui (italiano).
Leia aqui o comentário de Una Vox sobre o assunto.

Bento XVI reúne-se com ex-alunos para refletir sobre a boa interpretação do Concílio Vaticano II

Bento XVI e o Cardeal Schönborn


Entre 27 e 29 de agosto de 2010, o Papa Bento XVI se reunirá com um grupo de ex-alunos – o « Ratzinger Schülerkreis » –, na residência papal de verão, em Castelgandolfo. Participarão, entre outros, Dom Kurt Koch, presidente do Conselho Pontifício para a Promoção da Unidade entre os Cristãos, o cardeal de Viena, Dom Christoph Schönborn, e o bispo auxiliar de Hamburgo, Dom Hans-Jochen Jaschke. Tais encontros tiveram início na década de 1970, quando o Papa ainda era professor em Ratisbona.


O tema do encontro deste ano será a hermenêutica do Concílio Vaticano II.  Um dos centro de reflexão das jornadas será muito provavelmente o discurso do Papa à Cúria romana no início do seu pontificado, em dezembro de 2005. Nele ressaltava o Papa que duas interpretações opostas vinham havia tempos degladiando-se no seio da Igreja: "a hermenêutica da descontinuidade e da ruptura", que considera o Concílio um começo absoluto e pretende fazer tábula rasa de toda a história da Igreja que o precedeu e, por outro lado "a hermenêutica da reforma, da renovação na continuidade". Segundo Bento XVI, a primeira teria provocado confusão e a segunda, "trazido bons frutos, silenciosamente, mas sempre"


O Concílio é, sem dúvida, um dos eventos mais complexos dos tempos modernos, ponto de convergência de todas as principais linhas  espirituais, filosóficas, culturais e políticas presentes na história do mundo moderno. Qualquer opinião definitiva a seu respeito ainda é e continuará sendo por muito tempo temerária. Mas uma coisa é certa: é completamente absurdo pensar a Igreja sem tradição e, portanto, sem continuidade. Jesus se encarnou para nos revelar uma doutrina de salvação, e a transmissão dessa doutrina está a cargo da Igreja. Ela constitui, justamente, a Tradição. A Igreja é a garantia de que essa Tradição se dê sem ruído, sem distorção. Daí, o rigor que ela sempre demonstrou ante as heresias, que formam esses ruídos na transmissão da mensagem de Cristo. 


 Se há alguma esperança para a Igreja - e Jesus Cristo nos garante que sempre haverá e que ela não será vã -, ela está em alguma forma ou variante da segunda interpretação. Queira Deus que a reunião de Castelgandolfo traga novas luzes aos participantes para caminharem neste sentido. 


Kyrie eleison. Christe eleison. Kyrie eleison.


(Extraído de DICI)

terça-feira, 27 de julho de 2010

Oh my God! Richard Dawkins admite a possibilidade de que a vida tenha sido projetada por um ser inteligente!



Much ado about nothing. Depois de muito espernear, xingar e ridicularizar  o Intelligent Design, o zoólogo  Richard Dawkins, garoto propaganda do darwinismo e do ateísmo de massa, admite nesta entrevista a Ben Stein que é bem possível que a vida tenha sido concebida por uma inteligência superior, dada a complexidade encontrada no plano bioquímico da célula viva. William Dembski, Michael Behe e companhia estão de parabéns pelo CQD.

Não vejo, porém, motivos para comemorar. O fato é que Richard Dawkins é um pensador de sexta categoria. Só mesmo uma rede de propaganda multimilionária permite que um boçal obscuro como ele tenha as opiniões difundidas pela mídia do mundo inteiro.

Sua inteligência limitada e sua cultura nula, porém, só lhe permitem vislumbrar alguma coisa do comportamento de lesmas, moluscos, bactérias e crocodilos. Já no nível dos mamíferos superiores, percebe-se nitidamente que o ar começa a lhe faltar. Quando se trata do homo sapiens, nota-se que máscaras de oxigênio são necessárias para evitar as convulsões e os delírios. Quando chegamos a Deus, o sumo vivente, a morte cerebral é visível.

 Não vá o sapateiro além da bota, dizia minha avó. Não vá o zoólogo além do protozoário!

Culto dos santos não é mais problema para luteranos: pastor declara encerrada a Reforma protestante

Martinho Lutero

O pastor luterano da igreja Grace & St. Paul em Manhattan, Martin Hauser, em seu sermão do domingo, 25/7/2010, declarou aos fiéis que não vê problema no culto dos santos. Segundo ele, havia na época de Lutero certo exagero dos católicos no que se refere a esse culto, o que provocou os protestos dos reformados, mas tais distorções já foram corrigidas e agora é preciso ressaltar a verdade fundamental que subjaz à intercessão dos santos: a necessidade de os cristãos rezarem uns pelos outros. Segundo ele, a Reforma protestante acabou.

Seria bom se esse bom-senso pudesse prevalecer também na mente primitiva dos nossos pastores "evangélicos". Mas é difícil. Estes são financiados por gente que pode admitir tudo de seus subalternos, menos a reconciliação com Roma e a restauração da unidade entre os cristãos. A mesada seria cortada imediatamente! Sai, encosto!

Leia a reportagem em inglês.

domingo, 25 de julho de 2010

Bispo escocês ao primeiro-ministro britânico: "A Igreja jamais celebrará casamentos entre pessoas do mesmo sexo".


Bispo de Paisley, Escócia, Philip Tartaglia

Em resposta a um discurso do primeiro-ministro britânico David Cameron em uma parada gay inglesa, onde sugeriu que edifícios religiosos como igrejas, templos e mesquitas sejam usados para a celebração de casamentos civis entre gays, o bispo escocês Philip Tartaglia enviou-lhe uma carta em que afirma textualmente: 

 " Você o seu governo devem estar cientes desde já que a Igreja Católica não vai registrar parcerias civis nem celebrar casamentos entre pessoas do mesmo sexo: nem hoje, nem no futuro, nem nunca, seja qual for a legislação ou a regulamentação que o seu governo promulgar ou endossar.”

Amen.

Kyrie eleison. Christe eleison. Kyrie eleison.

Cão recebe a comunhão na igreja anglicana (ou será anglicanina?)






Um cão recebeu comunhão numa paróquia anglicana de Toronto. São permitidos animais domésticos na igreja.
“O ministro deu-me as boas-vindas e disse suba e receba a comunhão, e Trapper [o cão] subiu comigo e o ministro lhe deu a comunhão também,” disse Donald Keith, o dono do cão. “Então ele inclinou um pouco a cabeça e disse uma breve oração.”
“Achei que aquele era um jeito legal de me dar as boas-vindas à igreja,” disse o Sr. Keith, um novo membro. “99,9% das pessoas da igreja adoram o Trapper, e as crianças brincam com ele.”
Em resposta à queixa de uma paroquiana, o bispo anglicano decidiu que Trapper não voltaria a receber a comunhão, embora continuasse a ser bem-vindo à igreja.
Peggy Needham, a representante substituta dos leigos da paróquia, declarou ao Toronto Sun que a paróquia apoiou o Sr. Keith.
“A rejeição veio de uma só pessoa. Algo aconteceu que não vai repetir-se. Algo que o nosso sacerdote interino fez espontaneamente,” disse ela.
“Essa pessoa mandou um email ao bispo para criar confusão e mudar as coisas,” acrescentou ela. “Mas ele julgou mal a congregação.”
[Traduzido do CatholicCulture.org]


Terríveis esses anglicanos, sempre na vanguarda de tudo. Os Boffs e os Betos da vida devem estar morrendo de raiva! Primeiro foram as mulheres "padres", depois os bispos gays "casados", e agora a comunhão canina, que abre novos horizontes para o progresso da teologia.  Por exemplo, por que só a comunhão? Chegou a hora dos cães também se batizarem, confessarem e até, por que não, se ordenarem. Outra: por que limitar a comunhão aos cães? Não há razão para discriminar elefantes, tigres, panteras e mesmo ratos, morcegos e baratas. Todos eles têm direito à comunhão anglicana!

sábado, 24 de julho de 2010

Deo Gratias - Johannes Ockeghem - (1410 - 1497)



Incrível como soa ao mesmo tempo medieval e moderno.
Com o lendário conjunto vocal belga Huelgas Ensemble, CD Utopia Triumphans.
Kyrie eleison. Christe eleison. Kyrie eleison.

Teria Craig Venter realmente criado um ser vivo?

Células sintéticas de Mycoplasma mycoides

Texto de Gregory Kaebnick em The Scientist (inglês)

O especialista em bioética Gregory Kaebnick, PhD, pesquisador do Hastings Center de pesquisas bioéticas,  contesta em artigo na revista The Scientist que seja realmente vida a célula montada por Craig Venture com o genoma sintético da bactéria Mycoplasma mycoides  inserido numa célula de Mycoplasma capricolum cujo genoma havia sido previamente extraído. Segundo ele, não se trata de uma célula sintética, de vida sintética, nem nada disso, mas apenas de um genoma sintético de Mycoplasma Mycoides, algo há muito bem conhecido pelos cientistas. Segundo ele, Craig não cria vida, mas por um lado imita a vida e por outro toma coisas emprestadas dela.
Very interesting.

Prodígio por Prodígio - Existe esperança musical para a humanidade outra vez!



O Concerto da Coroação do prodigioso Wolfgang Amadeus Mozart, pela menina prodígio japonesinha Aimi Kobayashi, certamente uma das pessoas mais talentosas do planeta. Tinha na época 11 anos de idade. Hoje, com 15, já não perde mais tempo com essas trivialidades e prefere Liszt:



Aqui, numa interpretação principesca de Bach, aos 13 anos de idade. Ela não só toca com perfeição, mas também interpreta com grande maturidade. Nota-se que ela vive a música:



Obrigado, Aimi! Graças a você, ainda há esperança de bons dias para a criação musical em nosso planetinha!

Roma expulsa padres sodomitas flagrados pela revista Panorama



Leia a reportagem em inglês na Catholic News Agency.

A revista italiana Panorama, de tendência socialista, publicou sexta-feira reportagem que relata um flagrante de três padres sodomitas que levavam vida dupla, rezando missas e frequentando boates gays, onde se valiam dos serviços de prostituição masculina.
O Vicariado de Roma, sem contestar a matéria, respondeu convidando os três porquinhos a se retirarem da Igreja, para o bem da comunidade eclesial.
Esperamos que o exemplo de Roma seja, para variar, seguido também no Brasil e por todo o planeta.
Estes escândalos, por mais tenebrosos que sejam, têm o mérito de forçar a atenção para a questão da castidade, tão marginalizada pelos modernosos. Sem castidade, não há espiritualidade.
Esta é uma boa hora para a Igreja começar uma limpeza em suas fileiras, algo que já devia ter sido feito há muito. Se tivesse, não estaríamos vendo esses horrores todos os dias nos jornais.

Não há lugar para adoração na Missa

Leio num livrinho chamado "Venham comer - Reflexões sobre o ritual da Missa" (para doutrina vulgar, título vulgar), do Pe. Charles Borg, maltês: "Na Missa, não há lugar para adoração". Claro. Adorar o quê? O pão, os amigos, as pinturas na parede da igreja? Isso é para aqueles atrasados que ainda acreditam na presença real. "Consequentemente, não é recomendável ajoelhar-se em nenhum momento durante a Missa". Realmente, ajoelhar-se prejudica a deglutição e é falta de educação com os convidados.
Tal é o lixo em que afundou a liturgia modernosa. Depois ocorrem esses escândalos na Igreja e ninguém sabe explicar.
Kyrie eleison. Christe eleison. Kyrie eleison.

Diálogo sobre o Santíssimo Sacramento, de Jean Crasset , parte I

Olá.
Para inaugurar este blog, ofereço a meus mui hipotéticos leitores esta tradução da primeira conversação dos Entretiens de devotion sur le S. Sacrement de l'autel, do jesuíta francês Jean Crasset.
Traduzido da edição de 1677, publicada por Estienne Michallet em Paris.



PRIMEIRA CONVERSAÇÃO

Em forma de Diálogo, sobre a instituição do Santíssimo Sacramento


O DISCÍPULO: Falarei ao meu Senhor, embora seja só cinzas e pó.

Ó meu Deus,  como é admirável a vossa sabedoria! Como são profundos os vossos desígnios! E como são elevados os vossos pensamentos acima dos nossos! Por que permanecestes na terra, já que o vosso corpo é agora imortal e glorioso? Não deve o mais nobre de todos os corpos estar acima de todos os Astros? E já que o vosso Trono está no Céu, não será contra a ordem que permaneceis ainda na terra? Um Rei como vós, e o maior dos Reis, deve estar em seu palácio, e não numa prisão.
O MESTRE: Permaneci na terra para contentar o meu amor. Converso com os homens, para contentar o desejo deles. Estou com os meus Discípulos, para consolá-los. Acho-me no meio das minhas ovelhas para defendê-las. Eu me entreguei à minha Igreja, para lhe servir de vítima e de sacrifício.
Não teríeis Religião, se não tivésseis um sacrifício, e já que os antigos foram ab-rogados, é preciso que eu seja até o fim do mundo imolado à glória do meu Pai, pois só eu posso ser oferecido como vítima.
O meu corpo está no Céu como em seu lugar natural; mas está na terra como num lugar sacramental. Quando desci à terra, não deixei o Céu; e quando tornei a subir ao Céu, nem por isso deixei a terra.
O DISCÌPULO: Consola-me esse pensamento e me faz entender que era preciso que permanecêsseis no mundo, para nos servir de vítima. Mas por quê, Senhor, não vos tornais visível aos nossos olhos? Por que vos escondeis sob essas espécies sacramentais, já que quereis ser amado? Entra o amor pelos olhos: se vos mostrásseis tal como sois, conquistaríeis todos os corações, impediríeis todos os crimes, sufocaríeis todas as heresias, consolaríeis todos os miseráveis, converteríeis todos os pecadores, salvaríeis todos os homens.
O MESTRE: Sou um Deus oculto. Ninguém me vê sem antes ter morrido. Escondi a minha Divindade sob a forma de homem, e agora escondo a minha Humanidade sob a forma de pão. Já que a vossa vida é um estado de fé, é preciso que meu corpo nela esteja coberto por um véu. Já que a vossa vida é um estado de mérito, é preciso que o vosso espírito nele seja humilhado.
Adão no Paraíso terrestre deu mais crédito à palavra da serpente do que à minha. Para reparar essa culpa e para punir essa curiosidade, é preciso que o homem creia mais na minha palavra, que lhe diz que este é o meu corpo, do que à de Satã, que diz que não o é. A fé consagra o vosso espírito e o torna, de profano, Religioso; ela vos faz compreender o que é incompreensível; ela eleva os vossos conhecimentos acima da razão; ela humilha o vosso orgulho e vos torna submissos. É preciso crer para ver; a fé é o princípio do mérito e a semente da glória. E como teríeis a fé, se vísseis o que credes, sendo ela essencialmente obscura?
O DISCÍPULO: Sei, meu Senhor, que a vossa Humanidade devia ser objeto da nossa fé, tanto quanto a vossa Divindade, e que assim uma e outra deviam estar ocultas: mas por que sob a forma de pão? Será tal estado conveniente a um homem, a um Rei, a um Deus? Não é justo que vos honremos na terra? E quem pode honrar-vos nesse estado e nessa figura? Vedes os ultrajes que vos fazem e quanto custa à vossa glória ter querido contentar o vosso amor. (segue)